Parque das Aves em Foz do Iguaçu – Tudo sobre o parque!

Vale a pena Hostel em Foz do Iguacu - Iguassu Guest House
Vale a pena? Hostel em Foz do Iguaçu – Iguassu Guest House
27/07/2020
como-funciona-hospedagem-Airbnb
O que é e como funciona a hospedagem no Airbnb? É seguro?
19/09/2020

Parque das Aves em Foz do Iguaçu – Tudo sobre o parque!

Parque-das-Aves-em-Foz-do-Iguaçu---Conheça-tudo-sobre-o-passeio

Se tem uma coisa que me faz acordar cedo nas férias, é conhecer lugar novo ou conhecer ponto turístico quando está vazio hehe e para conhecer o Parque das aves em Foz do Iguaçu, eu precisei acordar bem cedo, porém não rolou reclamação.

O Parque das Aves é uma das atrações turísticas mais tradicionais de Foz do Iguaçu, são milhares de aves para ver e acompanhar o trabalho de biólogos e profissionais que cuidam das aves e alguns animais silvestres vítimas de contrabando e que foram capturados pela polícia.

Depois de um dia anterior intenso de compras em Ciudad del este e de conhecer o Marco das 3 fronteiras à noite, o meu dia começava cedo para chegar às 7h30 no Parque das Aves.

O parque só abre às 8h30, mas eu comprei ingresso para fazer um passeio especial, o Backstage Experience.

 

Parque das Aves em Foz do Iguaçu

Além de ser uma atração turística, o Parque das Aves primeiramente é uma instituição de conservação das aves de mata atlântica, com um centro de recuperação e resgate de animais.

São 16 hectares de mata atlântica preservadas, mais de 1300 aves de 130 espécies diferentes, sendo mais de 50% provenientes de apreensões. Embora a especialidade do local sejam as aves, também há um borboletário e espécies de répteis.

O Parque também participa de diversos programas de conservação ambiental e o turismo ajuda a financiar o centro de recuperação e resgate de animais que lá funciona.

Diversos animais, mas principalmente aves resgatadas de tráfico de animais silvestres são abrigadas no hospital do parque. Após recuperadas as espécies são devolvidas a seu habitat natural ou se não puderem sobreviver na natureza são abrigadas no parque.

Entrada-do-parque-das-aves-para-o-backstage-experience

Entrada do Parque das aves para o Backstage experience

 

Passeio Backstage Experience

O Backstage Experience é um passeio totalmente guiado e especial do parque, pago à parte, que oferece a oportunidade de vivenciar os bastidores do trabalho de recuperação e conservação que eles fazem por lá.

Acontece 4 vezes ao dia com um pequeno grupo de visitantes. No dia do meu passeio só havia um casal e eu (demos sorte), mas acredito que seja um grupo de 10 pessoas no máximo.

Descobri o passeio backstage por acaso no site do parque das aves e fiquei muito empolgada em conhecer como eles trabalham e tratam os bichos, o passeio não é barato, mas entendi que o dinheiro está sendo bem usado.

O passeio começa com a monitora nos dizendo sobre a história do parque e seus fundadores Anna-Sophie Helene e Dennis Croukamp e explicou que seríamos conduzidos por espaços que não são abertos ao público em geral.

A monitora também nos explica sobre o trabalho de resgate e reabilitação de aves promovido pelo Hospital que funciona dentro do Parque das Aves.

Os participantes recebem coletes beges para vestir, que é a cor que os animais estão acostumados e facilita para nossa aproximação.

Logo no começo conseguimos ver a alimentação de alguns filhotes de papagaios, bem novinhos, “aquelas coisas feias mais lindas”.

Monitora-nos-explicando-sobre-o-parque das aves

Tivemos uma apresentação sobre o tour e a história do parque das aves

filhote-periquito-tiriba-de-barriga-vermelha

Coisa feia mais linda! – Filhote de tiriba de barriga vermelha

Durante o tour a cada novo viveiro recebemos explicações sobre as espécies que ali vivem e seus hábitos, além de ver como ocorre a reabilitação de alguns, como a Matilda, um papagaio fêmea recuperada do tráfico.

A Matilda, não conseguia voar, pois ficou muito tempo fechada em caixas e tem problemas para se relacionar com outros da sua espécie, pois não se via como papagaio, inclusive tinha um caso de amor pela tratadora.

Papagaio-Matilda-e-sua-tratadora

Matilda fazendo seus exercícios de recuperação

O passeio também é cheio de situações para interagir com as espécies. Entrei no viveiro de periquitos e depois conheci o viveiro dos tucanos para alimentá-los. Eles são tão lindos e ainda de perto é maravilhoso!

Continuamos a conhecer mais do parque e das espécies que ali vivem e não vou dar detalhes, para não dar spoilers sobre o passeio.

flamingos-chilenos

Flamingos se mostrando

papagaio-dando-um-oi

Dando um oi!

Papagaio-posando-para-a-camera

Papagaio curioso ou pistola??

periquitos-e-a-hora-de-comer

Fizeram a maior bagunça pra comer!

Por fim, depois de um pouco mais de uma hora, o tour termina numa área onde os visitantes podem desfrutar de um lanche (no meu caso café da manhã) e tirar uma foto com uma das araras. Eu tirei foto com a Cindy, uma arara canindé das mais antigas do parque.

No final, como éramos apenas em 3 pessoas, podemos conversar com a monitora e ela nos contou que muitas aves chegam muito maltratadas, algumas passaram grande parte da vida presas em caixas.

Por conta da proximidade da fronteira, o número de animais apreendidos é maior na região, algumas vezes nem dão conta da quantidade de animais.

O Parque das Aves tem a proposta de “conhecer para preservar” e conhecendo o trabalho deles realmente deu muita vontade de proteger e preservar mais os animais do nosso Brasil.

Café-da-manhã do tour

Nosso café da manhã no tour

Arara-canindé-Cindy-posando-comigo-na-foto

Cindy posando comigo, uma das mais antigas araras do parque

 

 

Mais informações sobre o Backstage Experience

O melhor horário para fazer o Backstage Experience é de manhã, na primeira saída, às 7h30, pois a grande maioria das aves tem hábitos diurnos e nesse horário elas estão mais ativas e mais dispostas.

Outra vantagem é que o parque está vazio e, por isso, não há barulho de mais pessoas circulando e as aves tendem a chegar mais perto dos visitantes e tendem a ficar mais à vontade.

Segundo os monitores do passeio, o roteiro de cada tour pode variar de acordo com o horário e da rotina de cada espécie, além da época do ano.

Ao comprar o passeio Backstage Experience, você pode entrar gratuitamente no Parque das aves no passeio tradicional, até 7 dias a partir da data que fez o backstage. Basta apresentar um documento com foto e o crachá recebido no passeio. Lembre-se de não comprar o ingresso separado para o passeio tradicional do parque.

 

Passeio tradicional pelo Parque das Aves

O passeio tradicional no Parque das Aves não precisa de guia e os visitantes podem fazer seu próprio caminho, além de poder fazer o passeio no seu próprio tempo. E é absolutamente proibido alimentar os animais.

O caminho todo é bem sinalizado e segue uma determinada ordem. É possível entrar em muitos viveiros, como o dos tucanos e o das araras.

Mapa-do-parque-das-aves

Mapa-do-parque-das-aves

Familia-de-flamingos-chilenos

Todos os flamingos reunidos

Viveiro-dos-tucanos

Viveiro dos tucanos

O viveiro das araras é lindo e o maior de todos e elas voam livremente entre os visitantes, é o momento de tentar fazer uma selfie e de admirá-las. Neste momento, minha câmera travou e meu celular acabou a bateria, não pude fazer mais fotos.

O Parque também abriga aves de outros lugares do mundo, como o Casuar, uma ave grande e estranha que só a região da Austrália nos proporciona. Há também tanques de répteis com jiboias, iguanas, jacarés e tartarugas.

Há uma área de alimentação para os visitantes e uma ótima estrutura de banheiros para a família toda e o local também é acessível à cadeirantes.

tartatuga-de-carona-nas-costas-do-jacaré

O pessoal do parque sempre dá nomes aos animais, não lembro o nome desses, mas parecem amigos né?!

Casuar-ave-australiana

Bicho estranho esse Casuar hein?!

 

Ingressos

Os ingressos para o passeio tradicional custa R$60 por pessoa, meia-entrada custa R$30 para estudantes até 16 anos e idosos.

Podem ser comprados na hora ou pelo site www.parquedasaves.com.br

 

O Backstage Experience acontece em quatro horários diferentes: 7h30; 10h30; 14h e 16h.

Os ingressos custam R$ 200 por pessoa. E você tem acesso ao parque por até 7 dias depois.

É preciso comprar pelo site com antecedência devido ao número limitado de participantes por grupo.

 

O Parque das aves ainda conta com o Forest Experience, um encontro realizado na floresta do Parque das Aves com os Mbya-Guarani, habitantes da aldeia Jacy Porã, localizada do outro lado do Rio Iguaçu, na Argentina. Neste encontro, os Guaranis realizam a cerimônia de boas-vindas, que envolve dança, comida e o cerimonial do tabaco.

Achei bem interessante, mas não pude fazê-lo. Custa R$250,00. Veja mais informações aqui.

 

Horário de funcionamento:

Para visitação do Parque das aves o horário é das 8h30 às 17h.

Somente os visitantes que tiverem comprado o Backstage Experience das 7h30 podem entrar nesse horário.


Eu amei esse parque, demais né?! O Parque das Aves fica praticamente em frente ao Parque Nacional do Iguaçu, dá para fazer os dois no mesmo dia!

Já salva esse post para consultar quando for planejar sua viagem à Foz do Iguaçu.

Erika Silva
Erika Silva
Querendo conhecer o mundo com apenas 30 dias de férias por ano e sem emendar feriados. Amante de viagens, filmes, séries, ilustração, rock 'n roll, livros, chocolate com coco e outras sobremesas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *