O que é e como funciona a hospedagem no Airbnb? É seguro?

Parque-das-Aves-em-Foz-do-Iguaçu---Conheça-tudo-sobre-o-passeio
Parque das Aves em Foz do Iguaçu – Tudo sobre o parque!
29/07/2020

O que é e como funciona a hospedagem no Airbnb? É seguro?

como-funciona-hospedagem-Airbnb

A plataforma do Airbnb vem se destacando bastante nos últimos anos como uma ótima opção de hospedagem para diversos viajantes. A plataforma teve um grande problema no começo da pandemia de 2020, mas após as cidades voltarem a reabrir, o Airbnb continua sendo uma opção com ótimo custo-benefício, com mais liberdade que um hotel ou pousada e às vezes é até mais barata que um hostel.

Vou contar como funciona o Airbnb, se é seguro, como você pode se cadastrar, minha experiência usando o Airbnb pela primeira vez, além de dar algumas dicas de como escolher uma casa, apartamento ou apenas um quarto pelo Airbnb.

Como funciona 

O Airbnb é uma plataforma de aluguel de acomodação – e agora também de compra de experiências, como cursos, tours e trilhas – ao redor do mundo.

A plataforma foi lançada em 2008 e tem como principal objetivo juntar o útil ao agradável: conectar pessoas que tenham quartos sobrando ou casa/apartamentos disponíveis para alugar com pessoas que estão viajando e buscam uma opção mais barata e confortável para se hospedar e, por que não, se sentir em casa!

Airbnb é um site onde você pode encontrar acomodações com um ótimo preço na maioria das cidades do mundo. As acomodações variam de quartos, casas, tendas, casas na árvore e até castelos.

Qualquer pessoa pode se cadastrar e colocar um quarto para alugar em mais de 190 países e você também tem a flexibilidade de alugar por um dia ou até meses.

 

O Airbnb é seguro?

Sim, é seguro e confiável. Eu sei que há notícias e comentários com histórias de pessoas que não tiveram uma boa estadia ou até sua privacidade violada de alguma forma, mas esses casos são a minoria. E infelizmente, também podem acontecer em hotéis e hostels. Quando conversamos com pessoas que já utilizaram, a maioria gosta e recomenda.

Há investigações sobre aqueles que descumprem os acordos de políticas de segurança, que em casos extremos, ambas as partes são investigadas e podem estar sujeitas à exclusão da plataforma. Uma das principais ferramentas da plataforma são as avaliações que os anfitriões e os hóspedes podem fazer sobre a estadia.

A forma de pagamento, é feita toda através do site do próprio Airbnb, que te assegura tanto o usuário quanto o anfitrião, já que o pagamento para o anfitrião é feito 24 horas após o check-in do hóspede.

Caso o hóspede chegue na acomodação e não seja nada do que foi anunciado pelo anfitrião, ele pode entrar em contato com o suporte do Airbnb mostrando fotos e pedir reembolso ou uma alternativa viável.

Depois que você faz o pagamento pelo site do Airbnb, você recebe todos os dados do anfitrião: endereço, e-mail e telefone e pode acertar todos os detalhes da sua estadia por esses canais ou através do próprio chat do Airbnb.

 

Como se cadastrar na plataforma

Cadastre-se pelo site ou aplicativo do Airbnb e uma ótima dica é fazer seu cadastro, usando o meu link do Airbnb, que você ganha R$ 200 de crédito na sua primeira reserva (o valor pode mudar) em acomodações e experiências.

Para ter mais segurança e aprovarem seu perfil, é necessário enviar uma foto de algum documento de identificação, para assegurar que a plataforma está lidando com pessoas reais e confiáveis, afinal, a segurança tem que ser para o anfitrião e para o hóspede (Todos os dados, fotos e documentos são sigilosos e o Airbnb não pode compartilhá-los).

É melhor enviar o documento de identificação através do aplicativo, se estiver no computador, o site vai te recomendar baixar o aplicativo no celular. Para cadastrar o seu documento de identificação em outro momento, você pode ir na aba “PERFIL”, clicar em “VISUALIZAR E EDITAR PERFIL” e depois clicar em “FORNECER DOCUMENTO DE IDENTIFICAÇÃO”. Seu perfil só estará concluído depois de fazer essa etapa.

É preciso também tirar uma selfie sua (parece estranho, mas isso está cada dia mais comum em cadastros digitais, assim eles comprovam que a pessoa do documento cadastrado não é uma fraude. Bancos digitais fazem sempre isso).

Para finalizar, você precisa preencher mais alguns dados no seu perfil como uma descrição sua, idade, foto de perfil e outros, selecionar a forma de pagamento. Você ajusta tudo isso, na aba “PERFIL” em “Ajustes”. A forma de pagamento é feita com cartão de crédito ou Paypal (nada pago em dinheiro para o anfitrião), você também seleciona a moeda que quer ver e pagar as acomodações ou experiências.

Após confirmarem seus dados você já pode começar a fazer a busca das suas acomodações, geralmente a confirmação é rápida e chega em poucos minutos no seu e-mail.

busque-acomodações-airbnb-brasil

Como buscar e reservar acomodações

Para buscar acomodações acesse o site, coloque o local que gostaria de visitar, a data e o número de hóspedes. É possível fazer uma pesquisa mais específica, adicionar filtros como faixa de preço, tipo de acomodação, tipo de imóvel e comodidades, como Wi-fi, cozinha, ar-condicionado, garagem entre outros.

Você vai ver fotos das acomodações, mapa da região, localização aproximada, além de regras, horário de check-in e checkout e outros detalhes na descrição. Fique de olho também se há uma data limite de cancelamento sem cobrança, antes de clicar e reservá-la.

Para reservar a acomodação, é indicado mandar uma mensagem para o anfitrião tirando dúvidas e falando um pouco sobre os hóspedes (a maioria não pode ser reservada instantaneamente). O anfitrião também deve responder qualquer dúvida que tenha sobre a acomodação.

Verifique o valor final do período que está reservando, as acomodações costumam acrescentar taxa de limpeza e serviço ao valor das diárias. Ao clicar em reservar e o pedido de reserva for aceito, será direcionado para a página de pagamento. Nesse momento você também precisará estar com seu cadastro preenchido completamente. O anfitrião só vai receber o dinheiro no final do seu primeiro dia de estadia na acomodação dele.

Veja também:

Aplicativos essenciais para sua viagem
Hostel em Buenos Aires - Viajando sozinha

Dicas para escolher a acomodação certa

  • Antes de reservar uma acomodação eu recomendo ler o perfil do anfitrião, olhar as fotos do local e ler os comentários deixados por outros hóspedes.
  • Avalie a localização. Procure no Google maps, o que há em volta e o que você quer conhecer.
  • Caso não haja nenhum comentário para a propriedade em questão, é imprescindível que você converse e pergunte tudo sobre a acomodação. Eu já fiquei hospedada em lugares que não tinham nenhum comentário (alguém tem que ser o primeiro) e foi uma ótima estadia, mas também já desisti de reservar, pois o anfitrião não conseguia conversar e me responder nada no chat do app.
  • Os anfitriões também vão deixar comentários após a sua estadia. Comentários positivos significam que você será aceito por mais anfitriões no futuro.
  • Avalie as comodidades (Tem roupa de cama e travesseiro? Tem wifi? Você precisa que a cozinha esteja disponível? É seguro para crianças? Precisa de aquecedor ou ar-condicionado/ventilador?).
  • Se você não abre mão de uma acomodação excelente, fique atenta(o) aos Superhost. São anfitriões super bem recomendados, 90% de taxa de resposta, 80% de notas 5 estrelas.

 

Minha primeira experiência no Airbnb

As minhas experiências foram todas no Airbnb do Brasil e até agora foram positivas, somente com pequenas decepções nas acomodações, já aluguei apartamento no Guarujá, São Paulo e várias vezes no estado do Rio de Janeiro.

Minha primeira experiência foi com meus amigos no Guarujá para um fim de semana de janeiro e de última hora! Já conhecia a plataforma, mas nunca tinha usado e como decidimos tudo de última hora foi no susto, mas não deixamos de conversar e tirar dúvidas.

Era um apartamento próximo a praia, num prédio de 6 andares com elevador e garagem, sala com sacada, cozinha, lavanderia, 3 quartos e 2 banheiros. Depois da reserva tive acesso ao número de celular da anfitriã e ela me enviou todos os detalhes para nossa estadia, como quem iria nos receber e entregar as chaves, como estava o apartamento, área de convivência, o que tinha disponível e nos deu dicas da região, além de deixar itens disponíveis para usar na cozinha.

O zelador do prédio que nos recebeu, nos mostrou tudo. Tínhamos liberdade e segurança, a rua era tranquila apesar de ser alta temporada, meus amigos e eu aproveitamos muito.

E para melhorar o que já estava bom, pagamos R$423 (Dividido por 5, R$84,50 cada um) no final de semana. Outras opções em apartamentos minúsculos não custavam menos de R$500.

A nossa ideia para essa hospedagem é que fosse confortável para dormir, com espaço bom e gastando pouco, mas existem opções no Airbnb para todos os bolsos, com mais ou menos comodidades.

Deixe seu comentário abaixo sobre sua experiência com o Airbnb para ajudar outros viajantes, ou se tiver qualquer dúvida escreve também.

Tomara que esse post tenha sido útil e se você conhece alguém que precisa ler isso, compartilha o link com ela!


Planeje suas viagens aqui

Planeje sua viagem com os meus parceiros e ajude a rentabilizar o blog.
Isso ajuda a continuar a atualizar o conteúdo e você não paga nada a mais por isso.
Na verdade, você ganha descontos! ❤



Erika Silva
Erika Silva
Querendo conhecer o mundo com apenas 30 dias de férias por ano e sem emendar feriados. Amante de viagens, filmes, séries, ilustração, rock 'n roll, livros, chocolate com coco e outras sobremesas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *